Você se irrita facilmente? – Por Luiz de Mattos


Para impor-se, não precisa usar brutalidade, impõe-se pelo exemplo, pelas virtudes, pela moral elevada, por atitudes sempre francas e leais, pela palavra aplicada no momento
exato, evitando discussões, pois a discussão é própria de quem não tem educação.

Recriminações devem ser evitadas, pois quase sempre trazem choques que deixariam de existir se as pessoas não discutissem, não fossem desagradáveis ou intempestivas e soubessem conter-se e agir baseadas em pensamentos elevados.

A irritação é um grande mal, pois traz desequilíbrio psíquico e infelicidade.

Tudo pode ser feito dentro das normas do bom senso e da boa educação.

Você se irrita facilmente?
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Ao caminhar se faz os caminhos – Por Luiz de Mattos


O ser humano deve ser independente no pensar e agir e não se preocupar com a opinião dos outros, e dar satisfação apenas à
sua consciência, desde que ela lhe diga que está certo, caminha sem olhar para trás ou para os lados, mas, sim, para frente, com a cabeça erguida, porque nada lhe pesa na consciência.

Aprendam a dar valor ao pensamento e a caminhar neste mundo com passo firme, com a mente religada às Forças Superiores para receber as boas intuições.

Não se deixem envolver pelas misérias do mundo, ajam com altivez, nunca se arrependam de praticar o bem.

Não sejam orgulhosos, não cultivem o ódio, ressentimentos e outros sentimentos negativos que deformam o caráter.

Ao caminhar se faz os caminhos
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Você gosta de você mesmo? – Por Luiz de Mattos


A pessoa que tem força de vontade e autoconfiança caminha sempre com firmeza neste mundo, nada a amedronta nada a perturba.


É justa, sincera, leal, franca, honesta e comedida, é, enfim, uma pessoa sã em pensamentos e ações.

Tão raras são estas qualidades, hoje em dia.”

Sejam sinceros, honestos e verdadeiros. Basta de hipocrisia, de mentiras! Quem mente, mente a si próprio, engana a si mesmo.

Você gosta de você mesmo?
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Cultivem o novo ano - Por Luiz de Mattos


Eduquem a vontade, fortaleçam a alma, procurem reagir aos reveses que passam. Da educação do pensamento e da vontade, tudo deriva.

Quando, grande parte das pessoas convencerem-se de que ao possuir vontade firme e pensamentos sãos, poderão remover muitos males psíquicos e fortificar o corpo físico e terão a saúde que desejam a paz de espírito que ainda não haviam encontrado.

O desequilíbrio mental impede que as pessoas possam raciocinar com acerto. Aprendam, pois, a viver e a pensar. Sejam humanos na forma e no fundo.

Criem um ambiente de paz e tranquilidade espiritual, que é a maior felicidade que pode possuir quem sabe pensar agir e ter a consciência do dever cumprido.

Cultivem o novo ano
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Pensar bem ou pensar mal, faça a sua escolha! - Por Luiz de Mattos

No dia em que a maior parte da humanidade convencer-se de
que é no pensamento que está o segredo do êxito, outro será o seu viver.

Havendo paz de espírito e consciência do dever cumprido, a saúde e a felicidade, de que todos podem usufruir, existirão sobre a Terra.

A saúde que todos desejam e sem a qual não há alegria, não há disposição para a vida, nem tampouco para o trabalho, pode ser adquirida com pensamentos sãos, vida moderada e ponderada, alimentação racional e sadia, exercícios físicos e exames médicos preventivos.

Pensar bem ou mal, faça a sua escolha!
Por Luiz de Mattos

Venha conosco para vencer os obstáculos – Por Luiz de Mattos

Esclarecemos as pessoas para que tenham noção geral sobre os defeitos que possam ter e das qualidades que devem possuir.

Procuramos mostrar que ao combater os defeitos, evitarão os erros e despertarão para uma nova vida.

Ao apontarmos as boas qualidades, procuramos estimulá-las, para que encontrem a si mesmas e tenham confiança e convicção para poderem vencer os obstáculos da vida, para que caminhem com passo firme, para que sejam úteis à família e à sociedade.

Venha junto para vencer os obstáculos
Por Luiz de Mattos

O que é dominar o “eu”? – Por Luiz de Mattos


O domínio do eu tem importância capital na vida dos seres humanos; é do eu que derivam os ímpetos, o mau gênio, os arroubos, todas as ações impensadas que muitas vezes causam grandes prejuízos espirituais e materiais.
Click p/AMPLIAR, ou
ouvir a limpeza psíquica

Portanto, o domínio do eu está relacionado ao êxito de cada um. Devem saber penetrar a fundo no seu foro íntimo, para regenerarem-se.

A regeneração não é exigida somente daqueles que cometem crimes julgados pela justiça. Há muita gente que se julga boa, passando por correta, e que, no entanto, precisariam de grande correção, tais são os atos condenáveis que ocultam.

A regeneração da alma faz-se à medida que o ser desperta para a realidade e reconhece seus erros com o firme propósito de corrigir-se.

O que é dominar o “eu”?
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Sem esperança não se escreve a poesia da vida! – Por Luiz de Mattos

Observando bem a humanidade, verifica-se que desapareceu quase que por completo toda aquela poesia da vida.

Desapareceu porque, infelizmente, grande parte das pessoas chegaram a um ponto tal que não tem mais esperança.

A vida ficou tão materializada que os seres com um pouco de espiritualidade, mas sem esclarecimento, tornam-se completamente desiludidos.

É necessário levantar espiritualmente os seres de bem, levantá-los, sim, porque, grande parte da humanidade vem caindo, há muito tempo, vivendo em um perfeito caos.

Educação espiritual sólida também forma um bom do caráter - Por Luiz de Mattos


Haja noção de moral, caminhem com passo firme neste mundo, tenham preocupação em manterem-se sempre equilibrados e
sensatos, porque no mundo há tempestades que podem desencadear-se sucessivamente, mas, para as almas preparadas, essas tempestades passam e não deixam vestígios, porque são almas fortes e compreendem a vida como de fato ela é.

São possuidoras de caráter bem formado e educação espiritual sólida.

Educação espiritual sólida também forma um bom do caráter
Por Luiz de Mattos
Fonte:

O bem e a verdade devem prevalecer em todas as nossas ações e sentimentos – Por Luiz de Mattos


Não podem desaparecer do mundo os sentimentos que elevam
e dignificam os seres, os sentimentos nobres, os atos que dignificam as pessoas, porque, despidas de sentimentos, são infelizes, desumanas, não sentem, não vibram, são manequins manejados por mãos alheias.

Sugerimos encarar a vida como de fato é, fortifiquem a vontade, o ânimo, para caminharem com passo firme, auxiliando o despertar de outros seres, para verem a vida de forma clara e realista.

O bem e a verdade devem prevalecer em todas as nossas ações e sentimentos
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Para crianças não se dá ordens, se dá bons exemplos - Por Luiz de Mattos

As crianças estão sujeitas ao meio. Tudo que ouvem tudo que lhes diz respeito, tudo que percebem, elas guardam.

É necessário, portanto, praticar o bem na frente delas ou em qualquer lugar que estejam dar exemplos de honestidade e justiça, pois, com pais conscienciosos, os filhos que têm vontade de progredir material e espiritualmente, progredirão.

Para crianças não se dá ordens, se dá bons exemplos
Por Luiz de Mattos
Fonte:

No cumprimento do dever, tudo se faz com elevação! - Por Luiz de Mattos

Como é belo o ser humano sentir em si o impulso do progresso espiritual, o desejo de ser útil, a aspiração suprema de cumprir um dever, colocando esse dever acima de tudo e de todos.

É do progresso espiritual de cada um que depende a felicidade dos povos.

Procurai, portanto, cumprir os deveres, sabendo progredir material e espiritualmente, mas sempre com elevação moral, porque o ser humano quando for espiritualista, tudo assimilará e agirá com mais facilidade.

O ser humano esclarecido é austero, procura acertar, faz sacrifícios para obter os melhores resultados e é pontual em todos os setores da vida.

O mal de muitos é não querer sacrificar-se, mas, sim, dar satisfação a todos os prazeres, causa da derrota espiritual.

No cumprimento do dever, tudo se faz com elevação!
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Não se menti para crianças - Por Luiz de Mattos


É desde criança que se começa a combater o receio e o medo. Deve-se educar a vontade e formar o caráter para que não minta.

As crianças de hoje não admitem mais aquela severidade de ontem; têm a compreensão e o raciocínio mais desenvolvidos. Reparai bem nas crianças de hoje!

Como todos sabem, o mundo passa por uma grande transformação e todos sofrem a influência dessa transformação. A criança, mais do que ninguém.

É por este motivo que se deve cuidar com carinho e inteligência da criança, que poderá encontrar um caminho com dupla dificuldade, talvez um caminho mais vasto em inteligência, em descortino, progresso, atividade, mas talvez, mais difícil, psicologicamente falando.

Ensinem os filhos a serem honestos, valorosos, intrépidos, destemidos e a terem caráter!

Não se menti para crianças
Por Luiz de Mattos
Fonte: